Rede Brasileira de Consultores

Juros cobrados de consumidores e empresas chegam ao maior nível em 6 anos

Os juros cobrados de consumidores e empresas subiram em outubro e atingiram o maior nível dos últimos seis anos, mostra pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Segundo a pesquisa, na média, os juros cobrados dos consumidores passaram de 7,23% ao mês (131,1% ao ano), em setembro de 2015, para 7,3% ao mês (132,91% ao ano) em outubro de 2015. A taxa média atual é a maior desde abril de 2009.

Nos empréstimos concedidos a empresas, os juros médios, que eram de 4,12% ao mês (62,33% ao ano) em setembro de 2015, passaram para 4,16% ao mês (63,08% ao ano) em outubro de 2015. Esta também é a maior taxa desde abril de 2009.

Esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado pelo cliente e a relação entre eles (quem tem mais dinheiro no banco paga menos taxas).

Alta nas taxas de todas as linhas de crédito

A Anefac pesquisa, mensalmente, seis linhas de crédito voltadas para o consumidor. Em outubro, todas tiveram as taxas elevadas:

  • Juros do comércio: de 5,32% ao mês em setembro para 5,35% ao mês em outubro
  • Cartão de crédito: de 13,59% em setembro para 13,73% em outubro
  • Cheque especial: de 10,24% em setembro para 10,36% em outubro
  • Financiamento de automóveis: de 2,20% em setembro para 2,22% em outubro
  • Empréstimo pessoal/bancos: de 4,20% em setembro para 4,24% em outubro
  • Empréstimo pessoal/financeiras: de 7,80% em setembro para 7,90% em outubro

A associação inclui em sua pesquisa três linhas de crédito voltadas para as empresas. Todas subiram em outubro, na comparação com setembro.

  • Capital de Giro: de 2,44% ao mês em setembro para 2,48% ao mês em outubro
  • Desconto de duplicatas: de 2,89% ao mês em setembro para 2,91% ao mês em outubro
  • Conta garantida: de 7,03% ao mês em setembro para 7,10% ao mês em outubro

A expectativa da Anefac é que, diante do cenário econômico atual, que aumenta o risco de elevação dos índices de inadimplência, a tendência é de que as taxas de juros das operações de crédito voltem a subir nos próximos meses.

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Consultores para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Consultores

Últimas atividades

Badge

Carregando...

Benchmarks Institucionais - Links de Interesse

Documento sem título

1. IMC USA: http://www.imcusa.org

2. Association of Management Consulting Firms: http://amcf.org

3. Management Consultancies Association: http://www.mca.org.uk/about-us

4. PATCA: http://www.patca.org/index.cfm

5. Certified Management Consultant Canada: http://www.cmc-canada.ca

6. International Association of Professional Business Consultants : http://www.iapo.net/consultants.html

© 2021   Criado por Grupo ECC.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço