Rede Brasileira de Consultores

A metodologia Lean maximizando a entrega de valor ao cliente

Ouvimos falar da metodologia Lean há mais de 30 anos. Embora a Toyota tenha desenvolvido e utilizado esse conceito desde a década de 50, foi apenas em meados dos anos 80 que o mesmo foi cunhado, quando um projeto de pesquisa do MIT (Massachussetts Institute of Technology) sobre a indústria automobilística apontou a Toyota como criadora de um novo paradigma de gestão, que abrangia todas as dimensões de negócios: manufatura, desenvolvimento de produtos e relacionamento com clientes e fornecedores.
 
Por muitos anos a metodologia foi aplicada, com sucesso, quase que exclusivamente nos processos de manufatura. Mas aos poucos os gestores foram percebendo que, mais que uma metodologia de produção, o que havia ali era uma filosofia, que pode perfeitamente ser aplicada a outras áreas, especialmente na área de serviços. Mais que isso, pode ser transformada em uma estratégia de negócios focada na maximização da satisfação dos clientes.
 
Isso porque a metodologia trabalha basicamente com fluxo contínuo de processos, onde é possível segui-lo, reduzindo gargalos e eliminando passos desnecessários dentro do processo, ou seja, desperdício de tempo e processo, que pode ser traduzido em desperdício do dinheiro. Por exemplo, em um processo de vendas ao cliente há vários passos, e, a aprovação de pedidos a partir de um determinado valor é um deles. Para alguém que tenha alçada adequada, por exemplo, este passo pode ser dispensado, tornando o processo mais ágil.
 
Uma importante regra do Lean é que os processos ou atividades onde o cliente percebe valor devem ser mantidos, e aqueles que não agregam valor ao cliente, seja ela requerida pelo negócio ou apenas burocracia desnecessária devem ser otimizadas ou eliminadas do processo, pois representam desperdício. Aqui também entra a automatização. Se há processos que não precisam de intervenção humana, eles devem ser automatizados. Com isso se garante a continuidade do fluxo e, mais importante, a qualidade, que também é um ponto fundamental.
 
O fato é que toda empresa tem processos. A ideia do uso do Lean é olhar para essa cadeia, desde o momento em que o cliente até a entrega do produto ou atendimento dessa demanda, reduzindo ao máximo os entraves e garantindo a qualidade final na entrega.
 
A adoção dessa mentalidade traz resultados extraordinários para as empresas que a praticam. Os resultados obtidos geralmente implicam no aumento da capacidade de oferecer os produtos que os clientes querem, na hora em que eles precisam aos preços que estão dispostos a pagar, com custos menores, qualidade superior e lead times mais curtos, garantindo, assim, maior rentabilidade para o negócio.
 
Com MBA em Gerenciamento Internacional de Projetos pela FGV-SP, Especialista em Logística empresarial e certificações Green Belt e Certified Scrum Master, Daniel Carrara trabalha há seis anos com metodologias ágeis aplicadas ao desenvolvimento de software, como Gerente de Projetos Ágeis da Sankhya Gestão de Negócios.

Exibições: 7

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Consultores para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Consultores

Badge

Carregando...

Benchmarks Institucionais - Links de Interesse

Documento sem título

1. IMC USA: http://www.imcusa.org

2. Association of Management Consulting Firms: http://amcf.org

3. Management Consultancies Association: http://www.mca.org.uk/about-us

4. PATCA: http://www.patca.org/index.cfm

5. Certified Management Consultant Canada: http://www.cmc-canada.ca

6. International Association of Professional Business Consultants : http://www.iapo.net/consultants.html

© 2020   Criado por Grupo ECC.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço